Um tiro de baixo para cima

Em 2016, caçando veados ibéricos em Portugal, consegui grandes troféus e fiz ótimas aproximações. Mas uma dessas aproximações, pela dificuldade, pelo drama que se desenrolou ao longo do lance e pelo desfecho final, merece ser contada. Na ocasião, eu caçava nos “Tronqueirões” uma linda fazenda perto da cidade de Castelo branco e a um pulinho da fronteira com a Espanha. Guiava a minha queridíssima amiga portuguesa e grande caçadora Céu Vitorino. Na tarde anterior eu mesmo havia zerado a carabina…

Você precisa estar logado para ver este conteúdo! Assine aqui!